Média mensal de renda passiva superou os R$1,5 mil

116

Olá, Poupadores! Venho trazer mais uma atualização da minha jornada da riqueza.

Finanças

Em julho, houve queda de 24,33% na renda com relação ao mesmo período do ano passado. Explicado, principalmente, pela renda extraordinária de ganho de capital que não se repetiu neste ano. Deixando o resultado dos investimentos de lado, teríamos alta de 17,5%, boa parte explicado pelo aumento salarial (+23,32%).

Na ótica das despesas, comparamos julho com junho, e, nesse caso, gastamos praticamente a mesma coisa, apenas 0,32% a mais. De despesas extraordinárias, apenas gastos com manutenção automotiva do ar condicionado e gastos com saúde.

Como as despesas se mantiveram, mas as receitas (v.s. Junho) aumentaram, terminamos julho poupando 60,73% do que ganhamos.

Renda Passiva

Tivemos renda passiva (sem trabalhar) de R$ 1.751,13. Com esse resultado, no acumulado de 12 meses, aumentamos a média mensal para R$ 1.531,28. E a velocidade de crescimento segue acelerando na medida que estamos cada vez investindo mais em ativos distribuidores de renda. Segue abaixo gráfico atualizado com o histórico de proventos recebidos com a média mensal dos últimos 12 meses:

Investimentos

Depois da grande queda de junho, julho gerou bons resultados. A bolsa valorizou 4,69%, enquanto que minha carteira valorizou 4,47%.

No acumulado desse ano, voltamos ao positivo, com rentabilidade de 4,28%, o que é muito bom, considerando que bola parte dos investimentos estão na bolsa e que estamos passando pelo ciclo de alta dos juros.

A proporção entre renda variável e fixa ficou, respectivamente, 72,88% v.s. 27,12%, uma variação de 0,1% a favor da renda fixa.

A única adição na carteira foi o fundo imobiliário VGIP11. As três maiores posições seguem inalteradas e representam 36,28% do total.

Realizamos apenas duas vendas, liquidando a pequena posição em Fleury (lucro de 8,4%) e pequena redução na posição do banco ABC (lucro de 14,22%). No mais segui aportando bastante, priorizando os ativos geradores de renda.

Riqueza

Meu Patrimônio Líquido (descontadas as dívidas) valorizou 5,30%, segundo melhor resultado mensal deste ano, perdendo apenas para o mês de janeiro. Resultado alcançado pela contribuição da poupança e o bom resultado dos investimentos.

Terminamos o mês com 76,78% da meta alcançada e tudo indica que poderemos superar a meta já em agosto, mesmo com toda a volatilidade no mercado de ações.

É isso Poupador, seguimos na jornada da riqueza mês a mês, fazendo boa gestão, economias e investimentos. Não deixe de nos acompanhar pelo Instagram para ficar por dentro do mundo dos investimentos. Até a próxima!

Artigo anteriorOi (OIBR3): comparativo com demais players
Próximo artigoMeta alcançada!