Segunda tentativa, financeiramente, carro novo ou usado?

142

Olá Poupadores, se da primeira vez, apesar dos imprevistos, valeu a pena comprar um carro usado, será que dá segunda vez também valeu?

Meu primeiro carro foi comprado com 7 anos de uso, dessa vez foi um carro com apenas quatro. Será que mesmo assim a vantagem continua com o usado? Vamos descobrir.

O carro escolhido em questão foi um Peugeot 208 Griffe 2015 contra a versão 2019 (esse era o modelo novo na época). Nossa comparação, novamente, será com relação aos primeiros 3 anos de uso.

Comparamos 5 aspectos: IPVA, Desvalorização, Consumo de Combustível, Manutenção e custo de oportunidade.

Vamos começar pelo IPVA:

  2019 2020 2021 TOTAL
Peugeot 2015 R$ 1.037,53 R$ 959,44 R$ 887,77 R$ 2.884,74
Peugeot 2019 R$ 1.817,25 R$ 1.574,37 R$ 1.445,8 R$ 4.837,42

 

Uma diferença de R$ 1.952,68 favorável ao carro usado.

No quesito Desvalorização, comprei o carro por R$ 39.125,00 (R$ 33.375,00 da aquisição + R$ 5.350,00 de manutenção para deixar todo revisado), dando aproximadamente 89% da tabela FIPE. Para o preço de venda vamos utilizar 89% da tabela FIPE (outubro de 2022) para o usado e 95% para o novo.

  Preço de compra Preço de venda
Peugeot 2015 R$ 39.125,00 R$ 42.699,53
Peugeot 2019 R$ 72.690,00 R$ 67.320,80

 

Enquanto o usado valorizou R$ 3.574,53, o novo desvalorizou R$ 5.369,20.

Com combustível gastamos um total de R$ 8.607,31, enquanto que no carro novo o gasto seria de R$ 7.113,42 visto que o novo modelo é 17,35% mais econômico. Uma vantagem de R$ 1.493,89 a favor do carro novo.

No aspecto da Manutenção gatamos R$ 6.416,70, enquanto a manutenção tabela do veículo novo saia por R$ 1.533,75. Uma vantagem de R$ 4.882,95 a favor do carro novo.

E o custo de oportunidade (quanto deixaria de ganhar por desembolsar mais dinheiro pela aquisição do veículo novo) foi de R$ 6.411,45, considerando rendimento real de 6%.

Usado X Novo

Enquanto gastamos no veículo usado um total de R$ 14.334,22 (IPVA – valorização (valorizou) + combustível + manutenção) gastaríamos R$ 25.265,24, uma diferença de R$ 10.931,02.

Sem contar o valor de seguro que, como é feito em cima do valor do veículo, sairia mais caro no carro novo.

As contas não mentem, e mais uma vez concluímos que, financeiramente, é mais barato ter um carro usado.

Quanto gastei na prática?

Pois bem, além dos gastos citamos acima, tivemos gastos com seguro, estacionamento, taxas, multas, limpeza e outros. Somando todos os gastos, o total ficou em R$ 18.611,23, uma média mensal de R$ 516,97, bem abaixo do meu primeiro veículo que foi de R$ 1.210,26.

Dessa vez ainda não vendi o veículo e estou indo para o quarto ano de uso. Desconsiderando o valor de valorização (estamos passando por um momento atípico o normal é desvalorizar) o gasto médio mensal seria de R$ 632,24.

gastos do Peugeot 208

É isso Poupador, de maneira racional, valeu muito a pena a compra do carro usado ao invés do novo. Inclusive, não vejo motivos para meu próximo carro não ser usado. Assim consigo, de tempos em tempos, ter um carro mais novo sem gastar muito dinheiro. Até o momento tem funcionado muito bem.

Dúvidas? Ainda prefere carro novo? Comenta aqui embaixo.

Artigo anteriorMeta alcançada!
Próximo artigoMaior poupança do ano!