Os aportes em ativos geradores de renda seguem de vento em popa

87
2020 foi um ano de baixas, mas sigo acreditando e investindo no futuro do Brasil

Nesta coluna, você vai acompanhar de perto a minha carteira de investimentos e vai aprender mais sobre maneiras de investir melhor para construir sua própria carteira previdenciária.

A carteira terminou o mês de fevereiro com uma rentabilidade de -1,11%, pior do que a bolsa de valores que valorizou 0,89%, com a ressalva que apenas 70,53% do portifólio está em renda variável e ainda uma parcela em fundos imobiliários. Nesse mês, seguimos com a estratégia de priorizar os aportes em ativos que paguem dividendos, destinando cerca de 90% do aporte a eles.

A seguir você confere tudo em detalhes.

Renda Fixa e Renda Variável

A distribuição aconteceu meio a meio, todavia a proporção em renda fixa aumentou, pois tivemos rentabilidade negativa na renda variável.

Rentabilidade

Finalizamos o mês com rentabilidade de -1,11%. Considerando apenas a parcela em renda variável, a carteira desvalorizou 1,61%, um pouco pior do que o índice Ibovespa, que funciona como um termômetro da bolsa de valores, e valorizou 0,89%.

A rentabilidade mensal é medida ao levar em consideração a variação entre o preço na liquidação de todos os ativos e os rendimentos do mês. Para saber mais sobre o cálculo de rentabilidade.

Carteira de Investimentos

Liquidamos a posição em Sul América (SULA11), depois que a gigante Rede d or São Luiz anunciou acordo para a compra da Sul América.  Assim, o número de ativos da carteira caiu para 31.  As dez maiores posições passaram a representar 68,52% da carteira.

Das 21 ações presentes, as três maiores altas do mês foram: PRIO3 (17,68%), BEEF3 (16,35%) e VLID3 (10%). E as três maiores quedas foram: OIBR3 (-22,43%), TRIS3 (-19,78%) e CVCB3 (-15,49%).

Agora vamos às negociações do mês.

Negociações

Foi um mês, novamente, de poucas negociações, realizadas em cinco dias diferentes. Apenas uma venda realizada, com lucro.

Iniciamos a compra de ações pela resseguradora IRB (IRBR3), comprando mais 100 pelo preço médio de R$ 3,26 cada. Sigo acumulando devagar enquanto espero a empresa passar pelo turnaround. Se o cenário não deteriorar a empresa deve voltar para o azul ainda este ano.

Também fiz mais um aporte nas Farmácias D1000 (DMVF3), pelo simples fato de ser mais barato comprar o negócio do que começar um do zero, tornando o negócio, aos preços negociados, atrativo. Mais 100 ações pelo preço médio de R$ 3,91 cada. Empresa de risco vamos aportando de forma mais moderada.

Calma que também investi nas empresas que estão com bons fundamentos, como Sanepar (SAPR4), Neoenergia (NEOE3), Wiz (WIZS3), CSN Mineração (CMIN3) e Trisul (TRIS3).

Em Sanepar foram mais 200 ações por R$ 3,97 cada, o pior da crise hídrica do paraná já foi, de agora pra frente esperamos resultados ainda melhores.

Já em Neoenergia acumulamos mais 100 ações pelo preço médio (PM) de R$ 15,98 cada, a empresa continua muito bem administrada e entregando resultados cada vez mais robustos. A dívida preocupa um pouco, mas é natural nesse tipo de negócio com receitas muito previsíveis.

Depois de quase um ano, voltamos a aportar em Wiz (WIZS3). As vezes temos que ter bastante paciência até aparecer uma nova janela de preço baixo. Compramos mais 100 ações pelo PM de R$ 7,59 cada. Acabou de sair o resultado do 4T21 e o resultado anual veio acima das expectativas, em breve farei nova análise ajustando o preço justo.

Realizei mais uma compra em CSN Mineração (CMIN3), depois de vários meses, pelo fato do minério de ferro está subindo e pelo desconto frente a Vale (VALE3). Foram mais 100 ações pelo PM de R$ 6,25.

E, não menos importante, mais 100 ações da Trisul (TRIS3). A cotação segue caindo pela expectativa de mais inflação e juros, impactando bastante o setor de construção civil. Enquanto isso, vamos acumulando.

Até aqui estivemos falando de compra de ações, mas também tivemos uma venda, foi liquidado a posição em Sul América (SULA11) após anuncio da venda da empresa para a rede d or São Luiz. Pela proposta a venda justa seria por volta dos R$ 38 / ação, mas me desfiz antecipadamente por R$ 34,49, não pretendo aguardar o desfecho que pode durar alguns meses. Aqui o lucro líquido foi de R$ 899,19 ou 35,25%, o ativo esteve em carteira por uns 5 meses.

Agora, olhando para os investimentos em fundos imobiliários, acelerei as compras, aproveitando o momento que o mercado está em um bom ponto de compra e anda de lado. Investi nos quatro fundos da carteira de forma a eles ficarem equivalentes entre si.

Seguem todas as operações realizadas:

No mais, continuo deixando a reserva de oportunidade lá na NuConta, rendendo 100% do CDI sem burocracia. Sigo aguardando boas oportunidades para investimento.

Lembrando que este artigo NÃO tem qualquer recomendação de compra e venda, e possui caráter exclusivamente educativo.

Para fechar!

A Petrorio (PRIO3) segue sendo a posição mais expressiva da carteira, agora representando 18,20% da carteira, contra 17,06% em janeiro. O ativo continua valorizando enquanto outros ativos seguem caindo, nem mesmo os aportes nas demais posições têm sido suficientes. O ativo segue em alerta para reduções parciais caso as altas continuem e venha a ultrapassar os 20% da carteira.

Depois de dois meses de rentabilidade positiva, tivemos agora em fevereiro uma pequena queda, de 1,11%. A estratégia de seguir priorizando os ativos pagadores de dividendos continua, e praticamente todos os aportes, exceto IRB (IRBR3) e D1000 (DMVF3), foram nessa linha.

No cenário macroeconômico, o boletim focus do dia 25 de março, apresentou novamente aumento nas expectativas para inflação (6,86% v.s. 5,60%), pequena melhora no crescimento do PIB (0,50% v.s. 0,30%) e aumento na expectativa da taxa básica de juros (13% v.s. 12,25%).

Todavia agora com a guerra na Ucrânia e o forte aumento do preço do barril de petróleo deve mudar essas previsões nos próximos boletins, no mercado já se fala em mais de 1% de inflação só pelo aumento do combustível.

Bem, independentemente da guerra e de seus desdobramentos, vamos aproveitando o caos para continuar comprado no momento que ninguém deseja, para aproveitar a alta que virá no tempo de paz.

É isso! Me acompanhe pelo Instagram e fique por dentro das minhas negociações. Ah, e não esqueça de compartilhar o artigo com seus amigos. Vamos todos juntos caminhar para a prosperidade.

Ficou com alguma dúvida? Comenta aqui embaixo.

Artigo anteriorAumento de 40,78% na receita
Próximo artigoCrescimento patrimonial de 13,69% no primeiro trimestre